Ótica Perfil

Estuprador do bairro América é reconhecido e preso por cabo da PM

ARACAJU | 20.11.2011 às 23:20h

Com informações do FAXAJU (www.faxaju.com.br)

Um cabo da policia militar, mesmo estando de folga, acabou tirando de circulação um maníaco sexual que estuprou um jovem de 14 anos.


(Foto: Evenilson Santana)

O cabo Noellington, que estava de folga neste domingo, acabou reconhecendo José Adelson de Oliveira, 21 anos, acusado de ter estuprado um jovem de 14 anos no bairro América. A prisão do elemento aconteceu no final da tarde deste domingo, quando o cabo Noellington ao passar pela rua México no bairro América reconheceu o elemento e de imediato acionou os policias do PAC (Pronto Atendimento ao Cidadão).

A partir daí, ao tomar conhecimento, o cabo Edirani e o soldado Aloísio, que estavam de serviço no PAC,  de deslocaram de imediato para o local e alem de prender o acusado, também evitaram um linchamento, já que a população ao tomar conhecimento da prisão do elemento, chegaram a iniciar uma tentativa para matá-lo. Revoltados, os populares começaram a promover linchamento, que não provocou maiores consequências porque os policiais militares que chegaram ao local  evitaram que o pior acontecesse.
 
O cabo ao ver que a situação estava fugindo do controle, acionou a Radio Patrulha e os policiais do 8º Batalhão que chegaram ao local e conseguiram acalmar os ânimos. 
O elemento foi preso e encaminhado para a delegacia plantonista. 
 
O caso
 
No domingo, dia 6 de novembro, o garoto de 14 anos, foi encontrado desacordado em um terreno baldio do bairro América. Ele havia sido abusado sexualmente pelo suspeito que também introduziu um guarda-chuva no ânus da vítima. 
 
O crime bárbaro causou um trauma na vítima e também em sua família e revoltou os populares. O garoto abusado teve o intestino perfurado e foi levado para o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), onde foi operado.

Da redação:
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva