Ótica Perfil

Integrante de quadrilha de criminosos de Tobias Barreto é preso pela PM em Itabaiana

AÇÃO POLICIAL | 20.10.2011 às 13:22h
Após o recebimento de informações passadas para a Polícia Militar através do 190 a respeito da presença de um homem em atitude suspeita na Rua Francisco Bragança nas proximidades do bairro Bananeira, em Itabaiana (SE), uma guarnição formada pelo sgt Linconl e os soldados Santiago e Vagner saiu em diligência e momentos depois localizou o suspeito em uma motocicleta Honda.


(Foto: Reprodução)

O mesmo foi abordado pelos policiais e durante a revista foi encontrado um revólver calibre 38 com duas munições intactas de mesmo calibre.
A ação aconteceu as 3h30 da madrugada desta quinta-feira, dia 20, e o suspeito foi identificado como Alexsandro dos Santos, conhecido como “Cagão”, morador da cidade Tobias Barreto.

Como o plantão da Delegacia Regional de Polícia Civil de Itabaiana não estava funcionando, o preso foi encaminhado para a plantonista da cidade de Lagarto e ao ser ouvido pelo delegado o suspeito revelou que a motocicleta havia sido roubado no dia anterior em Tobias Barreto e a mesma seria negociada por armas de fogo em Itabaiana.

No momento em que o preso prestava depoimento, era passada a informação de uma operação desenvolvida em Tobias Barreto pelas polícias militar e civil com o objetivo de desarticular uma quadrilha acusada de assassinatos e assaltos e que um dos integrantes era justamente o Alexsandro dos Santos.


(Foto extraída do site Gata Amarrada)

Imediatamente o delegado plantonista de Lagarto solicitou que a guarnição do 3.º BPM se deslocasse para a cidade de Tobias Barreto afim de ajudar na captura dos demais acusados, quando na estrada os PMs de Itabaiana foram informados por uma guarnição da 2.ª Cia do 7.º Batalhão, sediado em Lagarto, que havia acontecido uma troca de tiros com os criminosos, culminando na morte de um adolescente, identificado como José Cosmo Alves, conhecido como “Cocó”, e consequentemente na prisão de uma segunda pessoa com uma arma de fogo.

Já nas primeiras horas da manhã um quarto acusado de envolvimento nas ações criminosas, conhecido como “Magricelo”, se apresentou ao delegado acompanhado da genitora, por se tratar de um adolescente.

De acordo com informações levantadas por agentes civis, sob o comando do delegado Edson Nixon, a quadrilha é suspeita de assassinar o senhor Dorival Padilha, 51 anos. O crime ocorreu em frente ao hospital de Tobias Barreto na madrugada de terça-feira, dia 18, quando a vítma foi levar a esposa em um ponto de ônibus para viajar para a capital sergipana e estava retornando para casa.     
 
Um dos presos, o Alexsandro dos Santos, conhecido como Cagão, era foragido do Presídio Estadual de Areia Branca.

A utilização deste e outros artigos deve respeitar a Lei dos Direitos Autorais. Sua veiculação está previamente autorizada desde que as informações autorais sejam citadas.Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva