Ótica Perfil

Quatro prefeitos sergipanos correm o risco de perder o mandato

| 29.10.2007 às 20:28h
Desde as ltimas eleies municipais, em 2004, sete prefeitos sergipanos trocaram de partidos, sendo que quatro foram depois do dia 27 de maro e, portanto, correm o risco de perder o mandato. Essa data foi estabelecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como ponto de partida para a fidelidade partidria.
O STF decidiu, no ltimo dia 4 de outubro, que os mandatos conquistados em eleies proporcionais, ou seja, vereadores, deputados estaduais e federais, pertencem aos partidos e no aos candidatos.
J no dia 16 de outubro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu por unanimidade, que a fidelidade partidria tambm extensiva a prefeitos, governadores, senadores e presidente da Repblica.
Em Sergipe trocaram de partido:
Jos Jairson da Graa de So Miguel do Aleixo que trocou o DEM pelo PDT;
Pedro Barbosa Neto de Boquim que saiu do PR e se filiou ao PMDB;
Arnaldo Ramalho de Souza de Japoat deixou o PPS e foi para o PMDB;
Fabiano Santos Alves de Macambira, trocou o PSDB pelo PDT;
Maria Mendona de Itabaiana saiu do PSDB e ingressou no PSB;
Marcos da Costa Santana de Cedro de So Joo saiu do PTB e entrou para o PMDB;
Joo Vieira de Arago de Monte Alegre de Seripe deixou o PTB e foi para o PMDB.
Sendo que Jos Jairson da Graa de So Miguel do Aleixo, Arnaldo Ramalho de Souza de Japoat, Marcos da Costa Santana de Cedro de So Joo e Joo Vieira de Arago de Monte Alegre de Seripe trocaram de partido aps o dia 27 de maro.
Da redação:
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva