Ótica Perfil

PM sergipana prende em Cristinápolis homem acusado de matar promotora de vendas na capital paulista

DENÚNCIA | 27.08.2011 às 21:53h

Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Militar do Estado de Sergipe

 
(Foto: Divulgação)

A Polícia Militar de Sergipe, através de policiais da 3ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar (3ª Cia/ 6º BPM), lotados no Destacamento Policial Militar de Cristinápolis, prendeu Edson Bezerra Gouveia, 36 anos, também conhecido como Buda ou Gigante, por volta das 20h de sexta-feira, 26, numa vila localizada na Rua José Amâncio Filho, no município de Cristinápolis, distante 115 quilômetros da capital sergipana. O homem foi detido sob a acusação de envolvimento na morte da coordenadora de vendas Vanessa de Vasconcelos Duarte, 25 anos, no sábado, 12 de fevereiro de 2011, na região metropolitana de São Paulo.

A PM chegou até Edson após receber denúncia de uma pessoa que assistira na TV imagens sobre o caso de Vanessa e que reconheceu o suspeito pelo retrato exposto na matéria. De posse do informe, o sargento José Vieira Barros, comandante do DPM de Cristinápolis, levantou na internet informações sobe o caso e a foto do suspeito. Às 17h40 a polícia montou campana nas proximidades da casa do suspeito, até que por volta das 20h ele saiu da residência e acabou sendo reconhecido, abordado e preso para averiguação no DPM.

No Destacamento, o homem informou que tinha chegando a Cistinápolis por acaso, já que viu a cidade de um ônibus, decidiu conhecer e ficou, pois conseguiu emprego facilmente. Ele já estava no município há cerca de cinco meses, onde trabalhava como catador de laranjas. Quando questionado sobre a morte Vanessa, Edson afirmou que conhecia a vítima, mas que não queria falar sobre o caso. O infrator foi levado à Delegacia de Cristinápolis, onde permanece à disposição da justiça paulista, que já foi acionada e deve resgatar o preso ainda no início da próxima semana. A detenção foi efetuada pela guarnição formada pelo sargento Barros, cabo Sérgio e aluno do Curso de Formação de Cabos Gilmar.

Caso Vanessa Duarte


 (Foto: Reprodução)

A promotora de vendas Vanessa Duarte foi encontrada morta no domingo, 13 de fevereiro de 2011, no km 41,5 da Rodovia Raposo Tavares, município de Cotia, na Grande São Paulo. A jovem estava desaparecida desde o sábado, 12 de fevereiro de 2011, quando tinha saído da casa do noivo, em Barueri, também na Região Metropolitana da capital paulista, para encontrar amigas. A vítima não chegou ao local combinado com o grupo, e seu corpo só foi encontrado numa mata, seminu e com sinais de violência sexual, no dia seguinte.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva