Ótica Perfil

Itabaiana: de Maria a Luciano

| 30.03.2008 às 08:16h

Que o assassinato do cidadão conhecido como Tonho Cabaré, em Itabaiana precisa ser desvendado pela polícia, todo mundo concorda. Porém uma pergunta: é correto algumas lideranças políticas daquele município transformarem o crime em um episódio com dividendos eleitorais? Sem respeitar até mesmo a dor da própria família que cautelosa vem afirmando que é preciso desvendar o crime sem levantar qualquer suspeita infundada. E mais: onde estavam essas lideranças quando ocorreram os outros assassinatos em Itabaiana este ano? Fazer politicagem barata sem respeitar a dor de uma família que perdeu um ente querido é um desrespeito total.
Itabaiana tem um povo que orgulha Sergipe. Um povo que trabalha pra valer, tem jeito para negociar e hoje está espalhado por todo o Estado. Não tem um município de Sergipe que não tem um “mercadinho” de um itabaianense ou uma feira livre com um feirante daquela cidade. O itabaianense é bravo, lutador e ao contrário do que espalham são poucos os que estão metidos em negócios escusos.

Itabaiana é um daqueles municípios onde a política e as apostas andam juntas, e as paixões eleitorais jogam por terra a razão. Por exemplo: o ex-prefeito Luciano Bispo tem um forte carisma popular, comparado ao auge de Jackson Barreto que foi eleito prefeito duas vezes em Aracaju e fez outros dois prefeitos, mas deixa a desejar na matéria administrativa. Neste campo, Almeida Lima, Déda e hoje Edvaldo Nogueira colocam Jackson no bolso. No caso de Itabaiana, Luciano Bispo é uma liderança forte, mas como prefeito não foi, nem será exemplo para ninguém.

Antecipando-se aos e-mails e telefonemas de alguns apaixonados por Luciano Bispo este jornalista deixa claro que não é eleitor de Itabaiana e nem fará campanha neste espaço para Maria Mendonça, Luciano Bispo, Olivier, dos Donas ou outro candidato qualquer. É um ponto de vista não apenas deste jornalista, mas inclusive de aliados do próprio Luciano, que criticavam o jeito dele administrar a cidade, “entregando” a amigos de extrema confiança.

Nos últimos anos na administração de Maria Mendonça, o município de Itabaiana foi contemplado com diversas ações, tanto do governo federal e ultimamente do governo estadual. O parque Nacional da Serra de Itabaiana, o Parque dos Falcões, campus da UFS e diversas obras estruturais. No campo administrativo Maria Mendonça é exemplo para qualquer outro prefeito. Porém, peca, mas peca muito, na falta de interação com a população. Se tivesse um pouco mais de sensibilidade para não apenas ouvir, mas conviver lado a lado com os itabaianenses, deixando de lado as picuinhas políticas seria imbatível.

Pela posição estratégica do município de Itabaiana, um assessor do governador disse que Marcelo Déda definiu uma agenda especial para o município. Até outubro deve ir pelo menos umas 10 vezes em Itabaiana. A próxima está marcada para o dia 12 de abril. Assim como Aracaju, em Itabaiana Marcelo Déda vai vestir a camisa e mostrará para a população a necessidade da continuidade administrativa na Prefeitura.

Se a eleição municipal fosse hoje sem duvida nenhuma Luciano Bispo seria o prefeito eleito de Itabaiana. Faltam pouco mais de seis meses e o quadro é difícil para Maria Mendonça, mas não impossível. Ela deveria aprender com a presença de Déda em Itabaiana como é possível “suar” literalmente ao lado do povo e ao mesmo tempo exercer sua autoridade, com objetividade e seriedade. O governador sabe fazer isso muito bem...

          Artigo do jornalista e colunista do portal infonet, Cláudio Nunes

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva