Ótica Perfil

Suspeitos morrem em confronto com a PM em Poço Redondo

POLÍCIA MILITAR | 28.01.2011 às 15:03h

Com informações da SSP

Policiais do Pelotão Especial de Patrulhamento em Área de Caatinga (Pepac) realizavam o patrulhamento da zona rural de Poço Redondo, na manhã desta sexta-feira, 28, quando avistaram dois indivíduos em uma motocicleta Honda CG Titan 150, de cor azul e placa HZU 3623, que adotaram comportamento suspeito ao notar a presença da guarnição. Os militares deram ordem de parada para que fosse feita a revista, mas eles empreenderam fuga e, ao serem perseguidos, dispararam contra a guarnição.

De acordo com o tenente Manoel Oliveira, comandante do Pepac, dois dos disparos atingiram a porta lateral da viatura e um atingiu um dos policiais da guarnição, que não sofreu ferimentos por conta do uso do colete antibalístico. O fato aconteceu por volta das 10h, numa estrada limite entre os municípios de Poço Redondo e Porto da Folha. Com a ação dos indivíduos, a polícia reagiu, desferindo contra a dupla, que acabou sendo alvejada e conduzida ao Hospital do município de Poço Redondo, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Os suspeitos foram identificados como José Acácio dos Santos, de 41 anos, vulgo ‘Zé Claudio’, natural de Monte Alegre, residente no povoado Umbuzeiro do Matuto, em Porto da Folha; e José Carlos da Silva, de 29 anos, natural da cidade de São Paulo, que residia em um assentamento rural em Poço Redondo. Ambos são acusados de envolvimento com roubo de gados e homicídios qualificados com promessa de recompensa (pistolagem) na região da caatinga.

Durante a ocorrência, a guarnição do Pepac apreendeu dois revólveres, sendo um de calibre 38, com seis munições deflagradas; e outro calibre 32, com seis munições intactas, porém picotadas, o que evidencia que o indivíduo chegou a disparar, porém o armamento falhou e o projétil não foi deflagrado.

“José Acácio era ex-presidiário e estava em liberdade após cumprir pena pela autoria de um homicídio que vitimou um casal de idosos há alguns anos, no povoado Umbuzeiro do Matuto, em Porto da Folha, onde residia”, acrescentou tenente Oliveira. O caso foi encaminhado à Delegacia de Poço Redondo e ficou sob a responsabilidade do delegado Antônio Francisco, da Delegacia Regional de Glória, que atende também àquele município.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva