Ótica Perfil

PRF monta esquema especial para a maior prévia carnavalesca do Brasil

FISCALIZAÇÃO | 20.01.2011 às 12:25h

Atenta ao incremento no fluxo de turistas e consequentemente ao aumento no fluxo de veículos circulando pelas rodovias federais que cortam o estado de Sergipe, a 20ª Superintendência de Polícia Rodoviária Federal (SE), iniciou à 0h desta quinta-feira, dia 20, a OPERAÇÃO PRÉ-CAJU 2011.

Durante a operação, que se encerra no final da noite da domingo (23), será fiscalizada a documentação do veículo e a do condutor, os equipamentos obrigatórios, o estado de conservação do veículo e, acima de tudo, o comportamento do motorista na rodovia.

Levantamentos da Polícia Rodoviária Federal comprovam que atitudes imprudentes são responsáveis diretamente pelos acidentes em rodovias federais: 80,75% dos acidentes acontecem em pistas em bom estado de conservação, 79,3% em retas, 63% com tempo seco e 59,4% em plena luz do dia. Dos motoristas que se envolvem em ocorrências de trânsito, 1/3 reconhecem que não prestavam atenção ao que estavam fazendo no momento do sinistro.

A PRF alerta que é obrigatório o uso do cinto de segurança para adultos e os dispositivos de retenção para crianças (bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação) em todas as vias do território nacional. Portanto, aos veículos que estiverem trafegando nas rodovias federais sem o uso dos dispositivos, será aplicada a penalidade multa cuja infração varia de grave a gravíssima. Como medida administrativa, o veículo ficará retido até a colocação dos dispositivos pelo infrator.

Não será permitido que o número de ocupantes no veículo ultrapasse a quantidade de cintos de segurança por pessoa (excesso de passageiros).

Etilômetros e Radar - No decorrer da operação será intensificada a fiscalização com a realização de comandos (blitz) nas rodovias federais sergipanas. A PRF utilizará os vinte e cinco etilômetros (bafômetros) disponíveis no estado e colocará radar fotográfico em pontos críticos das rodovias federais com o intuito de coibir a ação de motoristas infratores.

Os policiais estarão atentos também quanto ao porte ilegal de armas, de drogas ilícitas e a exploração infanto-juvenil.

Canil – O Grupo de Operações com Cães (GOC) da PRF participará da Operação Pré-Caju 2011, fazendo abordagem a veículos de passeio suspeitos, ônibus interestaduais e intermunicipais, com o objetivo de reprimir a entrada de drogas no estado.

DICAS DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL:

Obras na BR 101. A PRF informa que há trechos da BR 101 em obras para duplicação da rodovia em Sergipe. Por isso solicita aos condutores muita cautela aos transitar nesses trechos, pois há trafego intenso de caminhões e máquinas pesadas. É proibido transitar pelo acostamento, fazer fila dupla e trafegar na contramão da direção. Quem for flagrado cometendo essas infrações será autuado pela PRF. As obras contam com sinalização e operadores de “Pare e Siga”.

Manter os componentes mecânicos e elétricos do veículo em boas condições de uso. Além de obrigatórios, macaco, triângulo, pneu de estepe e chave de fenda, são fundamentais para os deslocamentos. Revise o veículo mesmo para viagens curtas, com atenção especial para itens como freios, pneus, parte elétrica e direção.

Distância de segurança dos outros veículos. Em condições normais (pista boa, velocidade de 80 km/h) recomenda-se manter uma distância média de 20 metros do veículo à frente. Nas vias de baixa velocidade ou nas aproximações para ultrapassagem, respeite a distância mínima de 5 metros. Na ultrapassagem de motociclistas, nunca se aproximar a menos de 2 metros. A distância lateral para ultrapassar ciclista deve ser de 1,5 m no mínimo.

Ultrapassagens indevidas. Não ultrapasse pela direita nem pelo acostamento. Redobre a atenção em pontes, viadutos e curvas e fique atento aos outros veículos. Antes de ultrapassar, tenha certeza de que as condições são favoráveis. 

Descanso a cada 3 horas. Pare a cada 3 horas. O motorista que se expõe a muitas horas no volante, fica sujeito ao fenômeno da "hipnose rodoviária", na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora.

Não ingerir bebida alcoólica. Dirigir sob a influência de álcool provoca diminuição da noção do risco, levando o motorista a cometer imprudências.

Emergência em rodovias federais ligue 191.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva