Ótica Perfil

As aventuras de Pipita chegam ao fim

| 22.03.2008 às 20:04h

O adolescente Cleverton Santos Reis, 16 anos, conhecido por Pipita, foi abatido pela polícia na madrugada deste sábado, dia 22, ao reagir à prisão. Pipita foi cercado por policiais no Povoado Campo Grande no município de Tomar do Geru após ser ferido por golpes de foice efetuados por um caseiro da Fazenda Sobrado que reagiu ao assalto anunciado pelo infrator. 
Mesmo com uma das mãos quase decepada e com um corte na cabeça causados pela arma branca, Pipita que se encontrava armado com dois revólveres e uma pistola, tentou fugir em uma bicicleta levada da fazenda. Na tentativa de fuga ele fez vários disparos contra os policiais e acabou sendo alvejado com três tiros no tórax.
Ainda com vida, Pipita foi levado para a Unidade Hospitalar da cidade de Tomar do Geru e depois encaminhado ao Hospital Amaro de Maria no município de Estância, aonde já chegou morto. Seu corpo foi levado para o Instituto Médico Legal, IML, em Aracaju, para necropsia.
Cleverton Santos Reis estava sendo procurado pela polícia desde o último dia 13 de março quando invadiu um sítio no Povoado Araticum no município de Itaporanga D’ajuda onde agrediu um casal e na fuga levou duas adolescentes como reféns.
Na noite da última quarta-feira, dia 19, já no Povoado Samambaia, localizado entre os municípios de Itabaianinha e Tomar do Geru, as jovens conseguiram escapar das ações criminosas de Pipita e Gago. Ainda no município de Itaporanga D’ajuda, Pipita e os comparsas mataram o adolescente Leandro dos Santos Alves, 16 anos, feriram duas mulheres e raptaram uma jovem de 14 anos. Fato ocorrido no dia 11, também desse mês.
Antes de chegar a Itaporanga D’ajuda, Pipita já havia aterrorizado os municípios sergipanos de Tomar do Geru e Cristinápolis, além de Rio Real no Estado da Bahia, aonde praticou assaltos, latrocínios e estupros.
O comparsa de Pipita, José Domingos Santos, conhecido pela alcunha de Gago, continua foragido e a polícia ainda está realizando buscas na tentativa de prendê-lo.
Foto: Reprodução

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva