Quarta, 07 de dezembro de 2016
Itabaiana-SE, Mín: 23ºC | Máx: 30ºC

Dono de bar é autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes

TRÁFICO EM ITABAIANA | 30.09.2010 às 15:58h

 
(Foto: Polícia Civil de Itabaiana)

Uma denuncia anônima recebida no final da tarde de quarta-feira, dia 29, levou a Polícia Civil de Itabaiana a fechar um ponto de venda de drogas e tirar de circulação mais um traficante.
 

 
(Foto: Polícia Civil de Itabaiana)

O cerco policial ocorreu no bar do Paulista, localizado à Rua Francisco Oliveira no cruzamento com a Professor Lima Júnior e segundo a denuncia recebida pela polícia, uma jovem estava nos fundos do estabelecimento com a filha de apenas 06 meses de vida, fazendo uso de drogas.

Diante da informação os policiais fizeram um levantamento prévio e em seguida foi montada a operação que contou com a participação dos delegados Hugo Leonardo, Fábio Pereira e Nélio Bicalho, e mais 10 agentes civis.

Durante a ação, a polícia constatou um grande número de pessoas no estabelecimento, e ao perceber a presença dos policiais algumas delas correram para os fundos do bar.
No local foram encontradas ampolas de cocaína, jogadas na fossa, e mais de 40 cápsulas da droga escondidas no telhado do estabelecimento.

   
(Fotos: Polícia Civil de Itabaiana)

Também no quintal a jovem Clesiane dos Santos Menezes, 22 anos, foi encontrada desacordada após consumir uma overdose de cocaína, e a filha dela, com apenas 06 meses de idade nos braços de terceiros.
Os agentes ainda tentaram reanimar a mulher e como não conseguiram, acionaram uma equipe do SAMU, que de imediato fizeram a remoção da mesma ao Hospital Regional de Itabaiana Dr. Pedro Garcia Moreno Filho. Já a criança foi entregue a avó materna.

A polícia ainda encontrou no bar, material para a realização de jogos de azar, e cerca de R$ 1.000,00 (um mil reais) em espécie. O proprietário do estabelecimento, José Francisco de Góis, conhecido por “Paulista”, 45 anos, foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e foi recolhido a carceragem da Delegacia Regional.

Todo o trabalho dos policiais durou aproximadamente 10 minutos, desde a denuncia até o cerco ao bar.


A utilização deste e outros artigos deve respeitar a Lei dos Direitos Autorais. Sua veiculação está previamente autorizada desde que as informações autorais sejam citadas.
Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2016 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva