Ótica Perfil

Júri absolve “Adrianinho” de acusação dos crimes de homicídio qualificado e roubo

JULGAMENTO | 02.09.2010 às 21:14h

 Adriano de Jesus Santos, conhecido pela alcunha de “Adrianinho”, 27 anos, foi a julgamento nesta quinta-feira, dia 02, acusado de homicídio qualificado e roubo. O júri, presidido pelo juiz José Marcelo Barreto Pimenta, foi realizado na sede do Ministério Público do Estadual na comarca de Itabaiana e terminou com a absolvição do réu, uma vez que a maioria dos jurados consideraram Adrianinho inocente das acusações.
 
Adriano de Jesus Santos estava sendo acusado de matar o vigilante Reginaldo Bispo dos Santos e roubado uma moto para fugir em companhia do comparsa, Manoel Messias dos Santos, que se encontra foragido.
O crime ocorreu no dia 09 de maio de 2004 às margens da BR-235, em Itabaiana (SE).

Adriano de Jesus Santos já havia sido condenado em 23 de abril de 2009, a 11 anos e seis meses pelo assassinato de Maria José Santos no dia 30 de maio de 2004 no conjunto Maria do Carmo Nascimento Alves, em Itabaiana. Na ocasião, Adrianinho foi detido e encaminhado ao Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), e acabou fugindo no dia 15 de fevereiro de 2009 supostamente vestido de mulher.

No início da manhã de sexta-feira, dia 27 de março ele foi capturado pela Polícia Civil do Estado de Sergipe, através da Coordenadoria do Interior (Copci), sob o comando do delegado André Baronto, no município baiano de Chorrochó.
Adriano de Jesus Santos ainda é acusado de ter cometido dez homicídios como também já responde as duas condenações por Porte Ilegal de Arma e Roubo.

Da redação:
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva