Ótica Perfil

Polícia cumpre mandados em residências, apreende documentos e detém empresário em Itabaiana

Sonegação fiscal | 14.07.2010 às 20:44h
Na manhã desta quarta-feira, dia 14, foi deflagrada a operação Carcará, com objetivo de reprimir a sonegação fiscal nos Estados de Sergipe e Bahia.
A investigação foi iniciada pela polícia baiana juntamente com a Secretaria da Fazenda.

No decorrer das investigações, verificou-se o envolvimento de dois empresários do setor varejista de Itabaiana ligados a um grupo baseado na região de Alagoinhas (BA), que aliciava servidores públicos e falsificava documentos para evitar o pagamento de impostos na circulação de mercadorias.

 
(Foto: Polícia Civil de Itabaiana)

Com base nessas informações, vários mandados de busca foram expedidos pela Justiça, os quais foram cumpridos em diversos municípios da Bahia e em Itabaiana, no Estado de Sergipe.
A operação em Sergipe contou com a presença dos Delegados da Polícia Civil Baiana Geovan Franca e Adeilton Pereira, que juntamente com 10 policiais civis e 03 delegados da Delegacia Regional de Itabaiana, sob a Coordenação do Delegado Fábio Pereira, realizaram as buscas em duas mansões localizadas à Avenida Dr. Luiz Magalhães, em Itabaiana.

Nas residências foram apreendidos diversos documentos, cofre, talonários fiscais, memórias de computador e CPUs. Após as buscas, Auditores Fiscais baianos, que também vieram a Sergipe, começaram a fazer a verificação dos materiais apreendidos.
O alto padrão das residências, a quantidade de cheques apreendidos, e até uma citação do Ministério da Fazenda para que um dos investigados recolhesse o valor de R$3.000.000,00 (três milhões de reais), provavelmente a título de multa, chamou a atenção dos policiais e auditores.

As ações ocorreram nas casas de José Josivaldo dos Santos Resende, empresário do ramo de alimentação, que no momento da ação policial não se encontrava em casa, e de Wesley Santos Oliveira, 34 anos.

 
(Foto: Polícia Civil de Itabaiana)

Na residência de Wesley Santos Oliveira foi encontrado um cofre, mas ele se negou a abri-lo, o que obrigou a polícia a acionar um chaveiro e o cofre acabou sendo aberto na presença da advogada dele. Dentro do cofre a polícia encontrou 27 munições calibre 9mm de uso restrito das forças armadas. Por conta disso, o empresário Wesley Santos Oliveira, 34 anos, foi autuado em flagrante por posse ilegal de munições de uso restrito.  A investigação prossegue com a análise de todos esses documentos.
           
Com informações da Polícia Civil de Itabaiana
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva