Ótica Perfil

Mulher é suspeita de matar o próprio marido a golpes de foice

Crime macabro | 07.11.2020 às 16:58h

A morte do agricultor Alcides dos Santos de 67 anos, conhecido por Cidinho, começa a ser desvendada pela Polícia Civil, através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Delegacia Regional de Itabaiana/SE. O homem foi encontrado morto por volta das 6h da manhã de sexta-feira (06) com ferimentos no couro cabeludo. O crime teria acontecido no final da madrugada no Povoado Serra do Cágado, município de Itabaiana, no Agreste sergipano.

De acordo com informações de moradores da localidade, teria ocorrido uma discussão durante a noite, por motivação desconhecida, e momento após a briga a mulher acabou matando o marido com um golpe de foice. Inicialmente, havia uma suspeita de latrocínio, uma vez que a mulher contou que homens desconhecidos teriam invadido a casa e levado dinheiro e um aparelho de telefone celular. No entanto, na cena da ocorrência a equipe da Polícia Civil começou a desconfiar de alguns fatos contraditórios apresentados pela esposa da vítima. (Foto: Mais Notícias/WhatsApp)

Diante das contradições, a mulher foi conduzida para a delegacia para ser ouvido pela autoridade de Polícia Judiciária e durante o seu depoimento ela acabou confessando ter praticado o crime, quando também revelou ter matado o marido, enquanto ele dormia. A mulher, identificada por Creuza Alves dos Santos, ainda confessou, que logo após de ter aplicado o golpe da cabeça do companheiro, deitou na cama e dormiu ao lado do cadáver, e que ao amanhecer o dia procurou seus familiares para relatar o ocorrido.

Segundo informações do delegado Tarcísio Tenório, durante o depoimento a mulher alegou que cometera o ato por indignação, já que Alcides, com quem convivia há 18 anos, teria xingado a mãe dela, falecida há cerca de três meses. Após ser autuada em flagrante por homicídio qualificado, a suspeita foi encaminhada para ser apresentada ao juiz na Central do Plantão Judiciário em Aracaju/SE para ser submetida a audiência de custodia.

Da Redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (79) 9-9977-1266 (Colabore com o Site com sugestões, fotos e vídeos)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva