Ótica Perfil

Polícia Civil detalha o resultado da investigação que prendeu um suspeito de estuprar idosa em Capela

Crime Bárbaro | 21.02.2020 às 13:13h

A Polícia Civil de Sergipe, apresentou nesta quinta-feira (20), os detalhes sobre a investigação que resultou na prisão de Marcos Antônio dos Santos de 23 anos de idade, suspeito de estuprar e violentar uma idosa de 88 anos de idade no último dia 2 de fevereiro, no povoado Saúde, município de Capela (SE).

O atendimento a vítima foi feito inicialmente através do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) de Aracaju (SE), realizado pela delegada Renata Aboim, que manteve contato com a PC de Capela e acionou a equipe de papiloscopista da Secretaria de Segurança Pública (SSP) para se deslocar até a cena do crime e fazer o levantamento do material genético do local visando chegar na identificação do suspeito.

De acordo com o delegado Wanderson Bastos, a polícia começou a fazer o levantamento de campo entrevistando moradores da região, após a conclusão do trabalho realizado pelos papiloscopistas.

Durante as investigações, três indivíduos foram identificados como possíveis envolvidos o bárbaro crime, quando foram levantadas as fichas onomásticas e a equipe de papiloscopistas fez o cotejo entre o material encontrado na casa da vítima, e as impressões negativou dois e deu positivo para Marcos Antônio.

Em seguida, Marcos Antônio foi ouvido na delegacia na presença dos advogados e alegou que nunca havia entrado na casa da idosa, pois não tinha nenhuma intimidade com a mesma e depois, ao ser mostrado o laudo datiloscópico, comprovando que suas digitais estavam no local, o suspeito afirmou que tudo foi plantado para acusa-lo.

"A Polícia aplicou técnicas de ciência forense modernas. O levantamento datiloscópico não leva em consideração apenas a impressão digital, mas também a presença de aminoácidos, água, lipídios e sais minerais. É uma prova incontestável e 100% eficaz, matematicamente perfeita e não há como negar que o suspeito esteve na cena do crime e a violentou já que o material genético foi comprovado", destacou o delegado Wanderson Bastos.

Marcos Antônio não possuía passagem, mas a polícia dará prosseguimento as investigações, inclusive com a divulgação da imagem do suspeito, para descobrir eventuais vítimas de abuso ou agressão praticados por eles. Informações devem ser passadas através do Disque Denúncia 181. O sigilo é garantido para garantir a proteção da vítima.

O crime

Durante a madrugada do dia 02 de fevereiro, o Suspeitou destelhou a casa, e depois de adentrar no local, ameaçou, torturou e violentou a vítima, que foi encontrada totalmente ensanguentada no dia seguinte pela sobrinha que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192).

Da Redação: Com informações da SSP/SE
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (79) 9-9977-1266 (Colabore com o Site com sugestões, fotos e vídeos)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva