Ótica Perfil

Polícia Civil prende filho de ex-prefeito de General Maynard suspeito de cometer crime de homicídio

No Leste Sergipano | 13.04.2019 às 09:08h

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia Civil de Carmópolis, prendeu no final da manhã de quinta-feira (11), Ricardo Antônio de Oliveira Santos, conhecido por "Ricardinho", 42 anos, suspeito de ter assassinado José Izidio dos Santos Filho, conhecido como Zé de Laura, 31 anos. O crime ocorreu em 1.° de abril de 2019, no município de General Maynard, na casa de um indivíduo conhecido pela alcunha de Pezão.

O suspeito é filho do ex-prefeito de General Maynard, José Maciel Santos, e teve sua prisão decretada em cumprimento ao mandado expedido pelo Judiciário de Carmópolis. "O local do crime é uma casa isolada, o ponto habitado mais próximo do local fica cerca de 40 metros. Nesta casa estavam apenas cinco pessoas, o autor do fato, a vítima e mais três pessoas e todos haviam consumido bebida alcoólica no momento que o crime aconteceu. Três pessoas estavam no interior da residência e fora de casa estavam apenas o autor e a vítima", explicou o delegado Wanderson Bastos, responsável pela investigação. (Foto: SSP/SE)

Ainda de acordo com as investigações, dias antes do crime ocorreu uma briga entre o suspeito e a vítima por causa de uma mulher. "As evidências contidas no inquérito policial dão conta de que Ricardinho agiu impelido por vingança, oriunda de ciúmes de uma mulher", esclareceu o delegado Wanderson. Nessa discussão, Izidio disse que daria tapas em Ricardinho. O suspeito, por sua vez, falou que a vítima cairia no ferro, fazendo referência a uma arma de fogo.

O delegado mencionou ainda que o suspeito negou a acusação durante interrogatório. Segundo a autoridade policial, o homicídio teria sido praticado por alguém que estaria dentro da casa, mas o suspeito entrou em contradição quando afirmou que estava de costas para a vítima. "Se ele estava de costas, não pode dizer que o tiro veio de dentro da casa porque ele não teria visto", reforçou o delegado Wanderson. O inquérito policial será concluído nos próximos dias e encaminhado ao Ministério Público.

Da Redação: Ascom - SSP/SE
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (79) 9-9977-1266 (Colabore com o Site com sugestões, fotos e vídeos)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva