Ótica Perfil

Padre itabaianense abandona a batina

igreja | 02.02.2010 às 07:48h

A Igreja Católica perdeu um dos mais respeitados padres de Sergipe. Jerônimo Nunes Peixoto exerceu o sacerdócio por 12 anos, mas desde o início deste ano, o itabaianense abandonou a batina. Padre Jerônimo, como era conhecido, foi pároco da Catedral Metropolitana e vigário geral da Arquidiocese de Aracaju. Em nota, a Cúria de Aracaju informa que o afastamento do sacerdote se deu por motivos pessoais.

No comunicado à imprensa, a Cúria ressalta que no início do mês de dezembro do ano passado, o padre Jerônimo procurou o arcebispo metropolitano Dom José Palmeira Lessa e, alegando motivos de ordem pessoal, solicitou à Igreja o seu afastamento do exercício do sacerdócio.

Em 2007, o padre Peixoto recebeu da Prefeitura Municipal de Aracaju a Medalha da Ordem do Mérito Serigy, a mais alta condecoração concedida pelo município com o objetivo de agraciar pessoas físicas e jurídicas, nacionais ou estrangeiras, que tenham prestado relevantes serviços ao povo.

Em abril do ano passado, padre Jerônimo perdeu parte de suas atribuições depois que o papa Bento XVI nomeou Dom Henrique Soares da Costa como novo bispo auxiliar de Sergipe. O sacerdote assumiu também a função de vigário geral da diocese, cargo que era ocupado pelo padre sergipano.
(Foto: Reprodução)

Com informações do Cinform

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva