Ótica Perfil

Sete pessoas morrem no intervalo de 24 horas em decorrência de operações policiais na capital sergipana e no interior do Estado

Confronto com a polícia | 01.12.2018 às 08:02h

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) cdesarticulou uma associação criminosa responsável por roubos de carros e estabelecimentos comerciais na capital sergipana. Desde o dia 14 de novembro a unidade investigava o grupo e, na sexta-feira (30), após mais uma investida criminosa, os agentes localizaram os acusados no bairro Porto Dantas, em Aracaju.

Na ação, quatro suspeitos entraram em confronto e acabaram feridos. Eles foram socorridos para o Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE), mas morreram logo em seguida. O grupo foi responsável por dois roubos de carro no dia 14 (no Centro e no bairro Coroa do Meio) e, em seguida, roubaram duas mercearias (na Avenida Visconde de Maracaju, na Zona Norte, e no conjunto Marcos Freire II, em Nossa Senhora do Socorro).

Já no dia seguinte, o grupo roubou outro veículo, no conjunto Castelo Branco e um estabelecimento comercial. A associação criminosa também foi responsável pelo arrastão em uma escola estadual no bairro Santos Dumont. Nesta sexta-feira, os acusados foram localizados pelos agentes da unidade especializada da Polícia Civil, momento depois de terem roubado dois veículos (modelos Prisma e HB20), respectivamente.

Além dos quatro indivíduos mortos, os policiais prenderam Albino Caetano Costa dos Santos de 23 anos, também suspeito de integrar a quadrilha. Segundo a polícia, ele não participou das investidas criminosas desta sexta-feira, mas está envolvido em outras ações do grupo. Em depoimento, o preso revelou que os outros membros tinham a intenção de realizar novos assaltos.

As investigações ainda contaram com o apoio da 3.ª Delegacia Metropolitana (3.ª DM), unidade responsável pelo processo investigativo sobre o arrastão cometido na escola, e os delegados André Davi e Suirá Paim trabalharam em conjunto para chegar até a identificação e localização dos acusados.

No Sertão Sergipano

No final da madrugada de sexta-feira (30), policiais civis da Delegacia de Canindé de São Francisco e Poço Redondo foram cumprir quatro mandados de prisões, expedidos pela Justiça de Pernambuco e de Alagoas, e a ação policial ocorreu no povoado Pelado, município de Canindé de São Francisco, no Sertão Sergipano, e resultou nas mortes de pai e filho.

Identificados como Adeildo Porfírio da Silva de 62 anos, conhecido como "Del de Porfírio", e Carlos Daniel Ferreira da Silva, conhecido por "Carlinhos" de 26 anos, os dois também já eram investigados pelas polícias de Sergipe e do Estado da Bahia.

Após resistirem à prisão, pai e filho efetuaram tiros contra os agentes civis e durante o revide acabaram sendo atingidos fatalmente. Na residência dos investigados foram apreendidas duas espingardas, 29 munições, e quatro cartuchos deflagrados dos calibres 28 e 36, usados em desfavor dos policiais.

No Centro-Sul de Sergipe

Na quinta-feira (29) também foi registrada a morte de Mateus Henrique Ferreira da Silva de 25 anos. Ele entrou em confronto com policiais civis durante cumprimento de mandado de prisão.

O caso aconteceu no bairro Vaquejada, na cidade de Poço Verde, e o jovem era suspeito pela autoria de um homicídio e responsável por uma tentativa de morte.

Segundo o levantamento da polícia, há cerca de dois meses, Mateus Henrique havia matado um na cidade baiana de Fátima, após disputa de território para a venda de drogas, e no dia 27, por motivo de vingança, o infrator tentou contra a vida de um homem no conjunto Valadares, em Poço Verde.

No desenrolar das investigações foi descoberto também, que o indivíduo traficava drogas na região, sendo temido pela comunidade onde atuava.

Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9977-1266 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva