Ótica Perfil

14 detentos do Presídio de Areia Branca estão foragidos

justiça | 11.01.2010 às 01:05h

O Departamento do Sistema Penitenciário de Sergipe (Desipe) concluiu o levantamento dos presos que tinham saído no dia 22 de dezembro de 2009 para passar o Natal em casa mas não voltaram para o presídio no dia 29 de dezembro, como estava determinado. De um total de 240 internos que usufruíram o direito da saída temporária, 14 descumpriram o prazo e são, agora, considerados foragidos da Justiça. 

Os fugitivos são Carlos Henrique Trindade, Ediraldo de Assunção Dias, Eduardo Contreira Santos, Edvaldo Marques Junior, Ezequiel Santos, Gildenilson de Jesus Santos, Jasonias Silva, Jones Rodrigues de Jesus, Juliano Santos de Andrade, Luiz Carlos Teles, Manoel Messias
Costa
, Paulo José Batista dos Santos, Rogério Almeida da Costa e Sidney Silva.

Todos os 14 são do Presídio de Areia Branca e respondem por crimes diversos, como latrocínio, homicídio, assalto e estupro. Além desses delitos, eles passam agora a responder por fuga e correm o risco de regredirem na pena e saírem do regime semi-aberto, voltando para o fechado.

A saída temporária é um benefício concedido aos presos de bom comportamento e que cumprem regime semi-aberto. Este ano, o período foi de 22 a 29 de dezembro. Segundo o diretor do Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe), Manuel Lúcio Neto, apesar de nem todos terem voltado, o índice de retorno em Sergipe ainda é um dos mais altos do país. Do total de presos beneficiados, 20 eram do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico, que retornaram todos no dia 29. Todos os foragidos são do Presídio Estadual de Areia Branca.

Com informações do Jornal da Cidade

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva