Ótica Perfil

Habeas corpus impetrado pela defesa de George Magalhães é negado pela Justiça

Transferido de Presídio | 16.09.2018 às 07:32h

O pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do radialista George Magalhães foi negado neste sábado (15) pelo Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE), por decisão da desembargadora Ana Lúcia Freire dos Anjos.

O radialista está preso preventivamente desde a quinta-feira (13), suspeito de coagir uma testemunha do caso em que é investigado pelo crime de estupro contra uma mulher de 42 anos de idade.

A vítima é uma funcionária do condomínio onde George Magalhães mora, no Bairro Atalaia, em Aracaju (SE). O suposto crime teria ocorrido no dia 21 de agosto do corrente ano.

George Magalhães havia sido levado para o Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho (Compajaf), no Bairro Santa Maria, na Zona Sul da Capital Sergipana, no entanto, na sexta-feira (14) a direção da Secretaria de Justiça de Sergipe, resolveu transferi-lo para a Cadeia Pública Tabelião Filadelfo Luiz da Costa, no município de Estância (SE). Inclusive, ele está em uma cela individual para que possa ser garantida sua integridade física.

Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9977-1266 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva