Ótica Perfil

Promotor de Justiça morreu após desentendimento em pousada na Capital sergipana

Investigação | 11.09.2018 às 16:08h

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) informou, na manhã de segunda-feira (10), que a Polícia Civil irá investigar as causas da morte do promotor de justiça e ex-prefeito de Japoatã, Gilmarcos Evangelista de Alcântara, 66 anos, ocorrida em uma pousada no bairro Santo Antônio, em Aracaju (SE).

De acordo com informações preliminares, a vítima, que estava acompanhada de outra pessoa, seguiu para pagar a conta quando teve um desentendimento no local e começou a passar mal. O acompanhante do promotor se retirou do estabelecimento. Em seguida, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) foi acionado, mas a vítima não resistiu.

Segundo ainda a SSP/SE, o laudo do Instituto Médico Legal aponta que o óbito foi decorrente de causa natural, por problema cardíaco, caracterizando uma miocardiopatia. Os legistas também não identificaram nenhum sinal de violência no corpo da vítima.

Mais detalhes sobre o caso serão esclarecidos no inquérito policial pela diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a delegada Thereza Simony.

Da redação: Com informações da Ascom - SSP/SE
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9977-1266 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva