Ótica Perfil

Polícia registra dois crimes em menos de 48 horas, em Carira

violência em carira | 25.12.2009 às 13:30h

Na terça-feira, dia 22, o fazendeiro Amadeus Gomes Pereira, 70 anos, foi morto a tiros no povoado Caterine.
O crime ocorreu por volta das 12 horas e o principal suspeito de ter efetuado os disparos é Charles Celestino dos Santos, 24 anos, neto da vítima.
De acordo com informações da delegada Jaciara Mendonça, a acusada de ser a mandante da morte do fazendeiro é a senhora Vilma dos Santos, 49 anos, mãe de Charles Celestino dos Santos.
Segundo informações passadas por testemunhas à polícia, o homicídio contra Amadeus Gomes Pereira pode está relacionado a herança, uma vez que o fazendeiro havia vendido um terreno e deu R$ 7 mil para o neto que ficou insatisfeito. O acusado acredita ter direito na propriedade do avô visto que seu pai já é falecido.
Charles Celestino dos Santos é foragido da Justiça paulista e retornou a Sergipe há 15 dias. No Estado ele foi detido por porte ilegal de arma, roubo e dano qualificado. A polícia sergipana está em diligências na tentativa de captura-lo.

O outro crime aconteceu na tarde de quinta-feira, dia 24, na Rua Quintino Bocaiúva por volta das 13h40.
A vítima foi a senhora Adriana dos Santos, 34 anos, e de acordo com informações da polícia, o suspeito é Gelson Celestino dos Santos, conhecido como "Gelson mototáxi".
O crime ocorreu na residência do casal, após uma discussão na hora do almoço. 
Adriana dos Santos foi morta com aproximadamnete 12 golpes de faca na presença da filha de apenas 12 anos.
Vizinhos contaram à polícia que o mototaxista aparentava sinais de embriaguez.
Gerson Celestino dos Santos foi detido momentos após o crime quando tentava fugir da cidade.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva