Ótica Perfil

Fogueira gigante é tradição no interior sergipano

Criada nos anos 90 | 10.07.2018 às 20:16h

Está errado quem pensa que só porque os festejos juninos passaram ainda não tem festa no estado. No município de Cumbe, médio sertão sergipano, a tradição ficou acesa, literalmente. A população prestigiou um dos maiores eventos da cidade, a fogueira gigante de 16 metros, esta que pode ser uma das maiores do mundo, que foi acesa nessa última segunda-feira, 9, na Praça da Igreja Matriz do município.

Criada nos anos 90 pelo lavrador Eliezer José dos Santos, de 86 anos, a fogueira iniciou sem pretensão, com um formato pequeno e ao longo do tempo foi ganhando proporções inusitadas. Hoje, para ser montada, é necessário o auxílio de populares. A fogueira se transformou em um atrativo no período junino e o lavrador viu a necessidade de torná-la um evento em Cumbe. (Fotos: Arquivo Pessoal)

O seu filho, Ronaldo Meneses, que também é lavrador, atualmente é o organizador da festa. Ele conta que o evento mobiliza pessoas não só do estado, como de todo o país. Ronaldo conta que o processo de montagem da fogueira se dá em dois dias, 23 e 24 de junho, das 7h às 18h, com uma equipe de 20 pessoas.

"Montamos a fogueira no São João e acendemos no dia 09 de julho, sempre às 20h. Mas durante o dia temos atividades lúdicas, como o quebra pote e o pau de sebo. Temos apresentações de quadrilhas. Esse ano vamos contar com uma daqui do município e outra da cidade de Porto da Folha. Quando a fogueira é acesa temos show pirotécnico e em seguida apresentações musicais", declara.

O organizador conta que não sabe se é a maior fogueira do estado, porque não há registrou, mas fala que pretende fazê-la entrá-la no Guinness Book. "Não temos informações se ela é a maior do mundo, acreditamos que sim. Queremos que ela entre no livro dos recordes. O sonho do meu pai é que ela chegue aos 20 metros", acredita.

Da redação: Por Thayná Ferreira / Cinform Online
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9977-1266 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva