Ótica Perfil

Polícia encontra armas em povoado de Itabaiana que podem ter sido usadas em crime contra desportista

polícia | 10.12.2009 às 09:57h
Policiais Civis lotados na delegacia da cidade de Itabaiana, cumpriram na manhã de quarta-feira, dia 09, um mandado judicial de busca e apreensão, na residência do senhor José Teles de Mendonça, conhecido como "Zeinha", residente no povoado Pé do Veado, no município Itabaiana.
Para a polícia, Zeinha é suspeito de ser o mandante do assassinato que vitimou o sapateiro e presidente da Liga Itabaianense Desportiva, Antônio Francisco dos Santos, conhecido como "Tonho Cabaré", de 46 anos.
Na casa, os policiais encontraram duas pistolas calibre 380, armamento idêntico ao utilizado pelos executores do sapateiro. De acordo com o delegado Marcelo Hercos, já existem provas testemunhais e matérias da participação de "Zeinha" como mandante do crime. Ainda segundo o delegado, os dois executores do crime já foram mortos. Um deles, José Moura de Oliveira Filho, 44 anos, conhecido pela alcunha de "Moraes do Angico", natural de Ribeirópolis, cujo corpo foi encontrado crivado de balas na manhã de segunda-feira, dia 17/08/09, no Povoado Cachoeira dos Potes no município de Aquidabã, e o segundo envolvido morto na própria cidade de Itabaiana.
Segundo informações da polícia, "Moraes do Angico" possuía uma vasta ficha criminal, como assaltos e crimes pistolagem, e teria confessado sua participação no assassinato de Cabaré.
Antes de ser morto ele estava preso desde o final de 2008, no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copecan), em São Cristóvão.

Antônio Francisco dos Santos foi executado com vários tiros por volta das 19h30min do dia 26 de março de 2008, uma quarta-feira, em frente ao seu estabelecimento comercial, na Travessa Arthur Barbosa Góis, próximo à Praça João Pessoa, no centro da cidade.
Segundo informações do delegado Marcelo Hercos Lyrio, aproximadamente 20 pessoas serão intimadas para depor, inclusive o próprio José Teles de Mendonça.
(Foto: Reprodução)

Com informações da Secretaria de Segurança PúblicaDa redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva