Ótica Perfil

Três sergipanos morreram em acidente de trânsito no Agreste Pernambucano

Colisão frontal | 12.05.2018 às 21:26h

O acidente aconteceu por volta de 01 hora da madrugada deste sábado (12) no KM 155 da BR-423, no município de Iati, no Agreste Pernambucano, e resultou nas mortes de homens, sendo dois residentes em Itabaiana (SE) e um na cidade de Ribeirópolis (SE), além de ocasionar ferimentos em outras 14 pessoas.

Os mortos eram ocupantes de uma caminhonete GM, modelo S10 Tornado D, ano e fabricação 2006, de cor Prata, com placas de Nossa Senhora Aparecida (SE), que colidiu frontalmente com um ônibus da Viação Itapemirim, licenciado em Cachoeiro do Itapemirim (ES), que havia saído de Paulo Afonso (BA) e tinha como destino a cidade de Recife (PE).

O único sobrevivente da caminhonete, de prenome Nilson, que reside no Bairro José Milton Machado (Bairro Coruja) foi socorrido com diversas lesões e levado para o Hospital Regional Dom Moura, na cidade de Garanhuns (PE).

O sinistro ainda deixou 14 passageiros o ônibus lesionados. Eles também foram levados para a unidade hospitalar de Garanhuns e liberados em seguida.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal de Pernambuco, há suspeita que a caminhonete tenha invadida a direção oposta e causado a colisão.

Todos os mortos ficaram presos às ferragens, sendo os corpos resgatados pelas equipes do Corpo de Bombeiros e encaminhados para o Instituto Médico Legal de Caruaru (PE).

Uma das vítimas foi identificada como Cleidvan Oliveira de Santana. Ele morava em Ribeirópolis e trabalhava como condutor do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192 Sergipe) e havia pegado o carro emprestado de um amigo para levar dois mecânicos itabianenses para fazer o conserto de uma carreta no Estado de Pernambuco.

Da redação: Gilson de Oliveira com informações do Blog Arlete Santos Notícias
Contatos:gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9977-1266 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva