Ótica Perfil

Operação conjunta das Polícias Civis de Sergipe e Goiás resulta na prisão de falso médico

Exercício ilegal | 02.05.2018 às 14:47h

Operação conjunta realizada entre a Polícia Civil de Sergipe e Goiás resultou na prisão do falso médico/enfermeiro identificado como Djalma Santos Alves, que era procurado desde janeiro deste ano. O suspeito foi preso em Trindade/GO e cobrava a quantia de R$ 200,00 (Duzentos) em cada dose de injeção do que dizia ser contra a febre amarela.

Segundo a Delegada Michele Araújo, responsável pelo caso, as investigações foram iniciadas a partir de informações obtidas por meio de denúncias realizadas pelo Disque Denúncia.

O suspeito frequentou a zona rural de Macambira/SE, onde se passando por médico percorreu algumas comunidades oferecendo a vacina para idosos alegando que seria contra a Febre Amarela. Alguns vítimas do impostor foram localizadas, inclusive foi apresentada à polícia uma das seringas que teria sido utilizada para aplicação do falso medicamento.

Diante da comprovação do exercício ilegal da profissão foi solicitada a prisão do infrator e na sexta-feira (30) a Polícia Civil de Goiás após operação conjunta com a Polícia Civil de Sergipe, do município de Campo do Brito/SE, deram cumprimento ao mandado de prisão deferido pelo Poder Judiciário sergipano.

De acordo com as investigações, cerca de cinco idosos foram vacinados e ele já chegava com as seringas cheias dentro de uma de óculos. A polícia também descobriu que o falso médico chegou a cursar três períodos de enfermagem.

Há indícios que a substância utilizada na falsa medicação era água ou mesmo soro fisiológico, uma vez que até o momento não houve nenhum tipo de reação nos idosos. O indivíduo responderá por estelionato e exercício ilegal da medicina.

As informações iniciais da polícia apontam que Djalma teria fugido de Sergipe para São Paulo e, na sequência, foi para Goiás. O suspeito encontra-se no Presídio de Trindade/GO à disposição da Justiça, onde já foi solicitada a transferência para Campo do Brito/SE, onde ele prestará novos esclarecimentos à polícia.

Da redação: Ascom da SSP/SE
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva