Ótica Perfil

Funcionário de Auto Escola não resiste aos ferimentos provocados por arma de fogo

morte | 29.11.2009 às 07:58h

Três dias após ser atingido por disparos de arma de fogo, o jovem Hudson Mateus Almeida de Oliveira, 25 anos, que era conhecido carinhosamente pelos amigos como “NINO”, não resistiu aos graves ferimentos e morreu no começo da noite de sábado, dia 28. Hudson Mateus Almeida de Oliveira se encontrava na UTI do Hospital de Urgência de Sergipe depois de ter sofrido uma intervenção cirúrgica quando foi retirado um projétil que estava alojado em sua face.
“NINO” foi alvejado com dois tiros de revólver calibre 38, disparados por Geovânio de Jesus Mota, 28 anos, após uma discussão seguida de agressão física.
O fato aconteceu por volta das 16 horas de quarta-feira, dia 25, à Rua Hilário de Melo Rezende na esquina da Praça de Eventos Etelvino Mendonça, localizada no centro de Itabaiana.
O acusado pelo crime foi detido em flagrante por policiais militares na Avenida Engenheiro Carlos Reis quando tentava fugir.
Nino era funcionário da Auto-escola Jussimara e sua morte se deu em virtude de ciúmes do acusado com a vítima por causa da filha do proprietário da auto escola, uma vez que a mesma mantém atualmente um relacionamente com o homicida.
(Fotos cedidas por amigos do Orkut)Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva