Ótica Perfil

Mandante de chacina em Itaporanga D’ajuda é detido em São Paulo

polícia | 27.11.2009 às 07:14h

A Polícia Civil sergipana prendeu em Guarulhos, na Grande São Paulo, José Everaldo e Silva, responsável pela contratação de pistoleiros que executaram a morte de quatro pessoas em Itaporanga D’ajuda, no último dia 27 de outubro.

A prisão foi possível depois de uma série de investigações desenvolvidas pelo delegado André Baronto, da Delegacia de Itaporanga d Ajuda, e pela Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol). O coordenador operacional da Coordenadoria das Delegacias do Interior (Copci), delegado Jonathas Evangelista, também coordenou a operação em São Paulo. 

José Everaldo, que é sogro do advogado Evaldo Campos, estava escondido na casa de parentes em Guarulhos, desde a época em que a polícia apertou o cerco em torno das investigações. A prisão foi executada por volta das 5h20 da manhã desta sexta-feira, dia 27. Segundo a polícia, a casa ficava em um local escondido, de difícil acesso. A polícia sergipana contou com o apoio de policiais de Guarulhos. 

A chacina culminou com as mortes de José dos Santos Oliveira, 44 anos, o "Nadinho da Farmácia", André Leite Filho, 43 anos, Carlos Alberto Oliveira Góes, 25 anos, e Jorge Batista do Nascimento, 49 anos.
Segundo a polícia, José Everaldo, apontado como mandante do crime, contratou Cícero Ferreira da Silva, que também já se encontra preso, e Luciano Barros da Silva, que continua foragido, por R$ 30 mil cada um, para matar Nadinho da Farmácia. Porém, a dupla de pistoleiro também executou André, Carlos Alberto e Jorge Batista porque eles estavam em companhia do principal alvo.
Com informações da Assessoria de Comunicação da SSP Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva