Ótica Perfil

Indivíduo, com diversas passagens policiais, morre após trocar tiros com a equipe do COPE

Alta periculosidade | 27.03.2018 às 04:50h

Policiais civis do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE) obtiveram na tarde de segunda-feira (26), informações a respeito de um indivíduo que estaria portando arma de fogo no conjunto Bugio, zona Norte da capital sergipana.

De imediato, a equipe saiu em diligências e ao localizar o suspeito os policiais foram surpreendidos com disparos efetuados por parte do elemento. Diante da injusta agressão, houve intensa troca de tiros e o indivíduo acabou sendo alvejado. Em seguida, ele foi conduzido ao Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE) para atendimento, no entanto, o mesmo não resistiu aos ferimentos.

Foto: Arquivo / Gilson de Oliveira

O indivíduo foi identificado como Josinaldo Santos Silva de 18 anos. Com ele foi apreendido uma pistola calibre 380mm, um tablete de maconha, diversos canhotos de cheques, onde constava quantias de alto valor, além de dinheiro, em espécie.

Foto: PC de Sergipe

Josinaldo era investigado, suspeito de participar de um duplo homicídio ocorrido no final do ano passado no Agreste sergipano, tendo sido preso por duas vezes, sendo uma em Aracaju/SE, há cerca de 60 dias, quando foi flagrado com um veículo Toyota, modelo Hilux, com restrições de roubo, e na cidade de Itabaiana/SE no último dia 12, após ter sido perseguido pela equipe do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) do 3.º Batalhão de Polícia Militar (3.º BPM), quando na ocasião foi flagrado portando uma pistola 40mm, com numeração raspada. Na referida ocorrência, ele estava acompanhado de um adolescente de 17 anos.

Apesar da pouca idade, Josinaldo era considerado um elemento de alta periculosidade, fato em que a polícia investiga sua participação em outros crimes praticados na capital sergipana e na região do Agreste do Estado.

Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Esse número não recebe chamadas)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva