Ótica Perfil

Dois homens e uma mulher são presos pela PM quando recebiam carregamento de drogas em Itabaiana

Policiais do 3.º BPM | 25.01.2018 às 04:49h

Na tarde de quarta-feira (24) o 3.º Batalhão de Polícia Militar (3.º BPM) recebeu uma denúncia pelo whatsapp (79) 9-8867-6891, dando conta que três pessoas se encontravam na cidade de Itabaiana à espera de um carregamento de drogas.

De posse das informações, as equipes do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) e da 4.ª Companhia do 3.º Batalhão de Polícia Militar (4.ª CIA/3.° BPM) foram acionadas para realizar o acompanhamento da situação.

Após a localização do trio, os policiais passaram a acompanhar visualmente os suspeitos, quando eles estavam se deslocando de Itabaiana em direção à Rodovia Papa João Paulo II e foram acompanhados até à cidade de Lagarto, momento em que fora abordados ao chegar em uma pousada.

Na abordagem, a polícia encontrou 02 (Dois) tabletes de maconha e a quantia de R$ 1.800,00 (Mil e Oitocentos Reais) no veículo utilizado por Samuel Oliveira Cruz Neto e Márcio dos Santos, e mais 60 (Sessenta) tabletes, também do mesmo entorpecente na portaria de uma pousada, que estava em posse de Sara Pinheiro Dantas de 18 anos.

Foto: 3.º Batalhão de Polícia Militar

De acordo com levantamento realizado pela Polícia Militar, Márcio dos Santos, 28 anos, conhecido por "Grilo-Grilo", saiu do presídio no último dia 17 de Janeiro e encontrava-se no regime semiaberto, após ter cumprido 10 anos pelo crime de homicídio ocorrido no ano de 2008 na cidade. Segundo informações, no presídio o mesmo conquistou confiança para atuar como segurança no tráfico de drogas.

Já Samuel Oliveira Cruz Neto, 19 anos, coleciona uma vasta lista de medidas socioeducativas, além de ser responsabilizado por porte de arma de fogo, colete balístico e um homicídio com requintes de crueldade, praticado na capital sergipana, quando após matar, ainda queimou o corpo da vítima.

Após a prisão do trio e apreensão do entorpecente, os envolvidos na ocorrência foram encaminhados para o Centro de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil (COPE), em Aracaju, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante delito por tráfico de drogas.

O comandante do 3.º BPM, major Sidney Barbosa, ressalta a importância da população em fazer denúncias utilizando os canais disponíveis, como Whatsapp, 190 e o Disque-Denúncia 181. Sempre lembrando que a identidade do denunciante será mantida em total sigilo.

Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Não recebe chamadas)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva