Ótica Perfil

Após resistir à prisão, suspeito de participar da morte de polícial civil, morre em confronto com policiais do COPE

Se deu mal | 06.06.2017 às 21:13h

Suspeito de participação no assassinato do policial civil Paulo Sérgio Souza de Jesus, o jovem William Santos Gomes de 19 anos, conhecido pela alcunha de William Zika, morreu na tarde desta terça-feira (06), ao entrar em confronto com uma equipe de investigadores do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope).

A ocorrência foi registrada na zona rural do município de Pedrinhas, na região Sul do Estado de Sergipe, onde o infrator estava escondido com outros comparsas desde o dia do crime.

Após ser alvejado por tiros, o indivíduo foi socorrido pelos policiais e encaminhado para o hospital da cidade de Boquim, na mesma região. Entretanto, devido à gravidade dos ferimentos, ele não resistiu.

Fotos: Reprodução das Redes Sociais

O suspeito era conhecido do policial, uma vez que sua genitora já havia trabalhado por alguns anos na casa do mesmo. Outros dois meliantes envolvidos no crime são procurados pela polícia.

O policial Paulo Sérgio foi morto a golpes de faca e com requintes de crueldade. O corpo foi encontrado na tarde de domingo (04) dentro da própria residência, onde estava amarrado e com o rosto desfigurado.

Depois de matar o agente civil, os criminosos fugiram com o carro e alguns pertences da vítima e os abandonaram no conjunto Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro (SE).

Paulo Sérgio era servidor do Estado desde 1988 e estava exercendo a função de chefe de custódia na Terceira Delegacia Metropolitana.


Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Não recebe chamadas)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva