Ótica Perfil

Polícia prende duas pessoas por homicídio e posse de arma em Lagarto

POLÌCIA | 11.09.2009 às 18:58h

Na tarde de quinta-feira, dia 10, o mototáxi JOSÉ NILSON DE JESUS MOTA, conhecido como “MURIÇOCA”, 28 anos, foi morto a tiros no Bairro Alto da Boa Vista, em Lagarto, quando conversava com amigos na porta de um mercadinho. Ele foi alvejado por dois indivíduos que chegaram ao local também em uma motocicleta.
Logo após a prática do crime, policiais da Delegacia Regional de Lagarto, coordenados pelos Delegados Hildemar Rios e Jorge Eduardo, compareceram ao local e passaram a levantar as primeiras informações sobre o crime.
De acordo com os delegados, algumas testemunhas conseguiram identificar a placa da moto utilizada pelos autores do crime, e partir daí foram deflagradas diligências com a finalidade de localiza-los.
Cerca de vinte minutos depois, os policiais efetuaram a prisão de VALNER SANTOS DE OLIVEIRA no Bairro Ademar de Carvalho, também conhecido por “Campo da Vila”, no momento em que ele tentava entrar numa residência para esconder-se.

Na residência de um tio de VALNER, identificado como PEDRO EVANGELISTA DOS SANTOS, vulgo “PEDRO DO OVO”, a polícia encontrou uma jaqueta e uma bermuda que foram reconhecidas pelas testemunhas como sendo as roupas utilizadas pelos criminosos durante a ação.
Encaminhado à Delegacia, VALNER foi reconhecido pelas testemunhas que presenciaram o fato, e os policiais civis deram continuidade às buscas no intuito de efetuar a prisão do outro suspeito, solicitando o apoio da Polícia Militar.
Com isso, numa ação conjunta e com o auxílio de informações prestadas pela população, cerca de uma hora depois a polícia terminou efetuando a prisão de PEDRO EVANGELISTA DOS SANTOS, que foi flagrado em sua residência com um revólver calibre 38 com a numeração adulterada, sendo que de acordo com a polícia, a arma provavelmente foi utilizada na prática do crime que vitimou o moto-taxista.

Na casa de VALNER foram apreendidas a moto e os capacetes utilizados pelos criminosos, além de um coldre e 05 (cinco) munições intactas de calibre 38.
A polícia já identificou o co-autor do homicídio, que é menor de idade, e continua realizando diligências com a finalidade de apreendê-lo.
As prisões dos investigados já foram comunicadas à Justiça e os investigados permanecerão custodiados em unidades da região, à disposição da Vara Criminal de Lagarto.
De acordo com os Delegados Hildemar Rios e Jorge Eduardo, “a prisão dos investigados deve-se, sobretudo à ação rápida e integrada das polícias civil e militar, bem como do apoio da população, que forneceu importantes informações durante as diligências”.
(Fotos: Polícia Civil de Lagarto)

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva