Ótica Perfil

Meteorologia prevê muito calor e estiagem este ano em Sergipe

TEMPERATURA | 08.09.2009 às 22:54h

O inverno ainda nem terminou e as previsões para o verão, que se inicia no mês de dezembro, não são das melhores. Os efeitos do fenômeno climático El Niño devem atingir o Estado de Sergipe de forma intensa este ano, causando falta de chuvas, aumentando as temperaturas e intensificando ainda mais a estiagem que acontece nesta época do ano, no semiárido sergipano. Pelo menos é o que apontam as previsões do Centro de Meteorologia de Sergipe, órgão da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).

Segundo o meteorologista Overland Amaral, o período chuvoso no Estado deve se estender até o final de outubro, e as chuvas começam a diminuir de forma mais acentuada em Sergipe, a partir do mês de novembro.
Essa redução das precipitações é resultado da ação do fenômeno climático El Niño sobre a região Nordeste do país. De acordo com Overland, pelas análises climatológicas já se percebe a presença dele atuando sobre a região.
Com o fenômeno já instalado, o Centro de Meteorologia de Sergipe está monitorando diariamente e semanalmente sua dimensão, para saber qual a magnitude e quanto ele vai perdurar. Até o momento, as análises climatológicas apontam que ele está num estágio de fraco a moderado.

Para o meteorologista, se o El Niño continuar a atuar da forma como está, isso deve repercutir negativamente no clima da região, principalmente com a redução das chuvas. Caso sua ação decaia, a situação volta à normalidade. As previsões iniciais apontam que o fenômeno deve continuar atuando até o próximo mês de maio, com maior incidência em dezembro.
(Foto: Maria Odilia)

Com informações de Edjane Oliveira (Jornal da Cidade)Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva