Ótica Perfil

Homem investigado pela morte de “Tonho Cabaré” é encontrado sem vida em Aquidabã

MORTE | 21.08.2009 às 07:40h

José Moura de Oliveira Filho, 44 anos, foi encontrado morto na manhã de segunda-feira, dia 17, no Povoado Cajueiro no município de Aquidabã com um ferimento provocado por arma de fogo e várias escoriações pelo corpo.
A vítima, conhecida pela alcunha de “Moraes do Angico”, era natural de Nossa Senhora da Glória e estava sendo investigado pela Polícia Civil de Itabaiana acusado de ser o assassino do sapateiro e desportista Antonio Francisco dos Santos, o "Tonho Cabaré". O crime aconteceu na noite do dia 26 de março de 2008 na Travessa Artur Barbosa Góis, nas proximidades da Praça João Pessoa, em Itabaiana.
“Moraes do Angico” possuía uma vasta ficha criminal, como assaltos e pistolagem, e estava foragido de uma das delegacias metropolitanas da capital sergipana desde maio deste ano quando foi detido devido a acusações de um roubo na cidade de Nossa Senhora Aparecida.
Segundo informações de setores da Secretaria da Segurança Pública, além de “Moraes do Angico”, mais três pessoas, inclusive todos já estão também mortos, eram investigados pela participação na morte do sapateiro e desportista itabaianense "Tonho Cabaré".

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva