Ótica Perfil

Policial civil e comerciante são assassinados em suposta tentativa de assalto a um bar no litoral sergipano

Latrocínio | 09.01.2017 às 04:39h

O agente civil José Fernando Vieira Dias, 63 anos, foi morto na noite deste domingo (08) durante uma possivelmente tentativa de assalto a um bar na Lagoa da Reta, localizado no Abais, no litoral do município de Estância, na região do Sul Sergipano. Além do policial, uma mulher identificada como Maria José Silva de Freitas de 41 anos, também foi alvejada a tiros e faleceu. Ela era esposa do proprietário do estabelecimento e mãe de duas filhas.

Policial Civil Morto bar Estância Sergipe dono bar assassinada Estância Sergipe assalto

De acordo com informações preliminares, o delito foi praticado por quatro indivíduos que ocupavam um veículo Volkswagen, modelo Gol, de cor Branca, no entanto a placa não foi identificada por populares. (Fotos: Reprodução / Redes Sociais)

O policial encontrava-se no bar, quando reagiu à ação dos meliantes e acabou alvejado fatalmente na cabeça. O mesmo ocorrendo com a mulher. Os dois faleceram no local do crime. Há suspeita que um bandidos também foi ferido pelos disparos efetuados pelo policial, mas mesmo assim ele conseguiu fugir, juntamente com os comparsas.

O agente Fernando já havia trabalhado na Delegacia Regional de Estância e atualmente estava lotado na Delegacia do município de Umbaúba.

Logo após tomar conhecimento do fato, equipes da Delegacia Plantonista de Estância e Polícia Militar empreenderam as diligências para tentar localizar os criminosos. Em seguida, os agentes da Delegacia Regional de Estância, coordenados pelos delegados Allan Faustino, Hugo Leonardo e Clarissa Lobo, com apoio do Grupamento Especializado de Repressão e Buscas (Gerb) e da Coordenaria da Polícia Civil do Interior (Copci) iniciaram as investigações, com apoio do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), coordenado pelo delegado André David.

Imagens captadas pelo circuito de monitoramento de segurança já estão sendo analisadas pelos investigadores com o objetivo de identificar os autores do latrocínio.

 

Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Não recebe chamadas)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva