Preso custodiado na Delegacia Regional de Lagarto comete suicídio dentro da cela

Por enforcamento | 08.01.2017 às 11:59h

Na manhã deste sábado (07) o preso Luiz Fernando Alves Ribeiro, conhecido por Boca Nua, 27 anos, foi encontrado morto por enforcamento dentro de uma cela da Delegacia Regional de Polícia Civil de Lagarto.

enforcamento cela Delegacia Polícia Civil Lagarto Sergipe

Luiz Fernando encontrava-se custodiado na carceragem da unidade policial desde a última quinta-feira (05), quando foi preso por policiais civis em cumprimento a mandado judicial deferido pelo Poder Judiciário, através da Comarca do município lagartense, na região Centro-Sul Sergipano. Durante a ação policial ele chegou a resistir a abordagem, mas acabou sendo deminado e preso em seguida. (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

O jovem era morador do povoado Brasília, zona rural de Lagarto, inclusive no mesmo dia de sua prisão, também ocorreu a detenção de seu genitor por porte ilegal de arma de fogo.

O corpo de Luiz Fernando foi recolhido para exame de autopsia no Instituto Médico Legal Doutor Augusto César Leite, em Aracaju (SE), sendo liberado posteriormente para a família realizar o sepultamento.

No IML

No plantão das últimas 24 horas ainda foram registradas as mortes de Jânio Fernando dos Santos de 34 anos, vítima de suicídio a golpes de faca. O fato ocorreu na cidade de Carira (SE), onde ele assassinou a ex-mulher Genilza dos Santos Moura de 32 anos; Mayko Henrique Silva da Paz de 20 anos, assassinado por disparos de pistola calibre 380mm na Rua Aloísio Almeida Silva, em Itabaiana (SE), e Renival Santos de 25 anos, também morto a tiros no Centro da cidade de Itabaianinha, na região Sul de Sergipe.


Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Não recebe chamadas)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva