Ótica Perfil

Polícia prende homem por exercício ilegal da profissão no Sertão Sergipano

Falso médico | 21.11.2016 às 18:49h

Agentes da Delegacia de Porto da Folha, coordenados pelo delegado Alexandre Felipe, prenderam Woldon Thiago de Almeida Santana, 36 anos, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela justiça pelos crimes de exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica.

De acordo com o delegado, as investigações tiveram início em setembro deste ano, após denúncias sobre um indivíduo proveniente do Estado de Goiás que estaria se passando por médico e atuando em uma unidade de pronto atendimento do município.

O homem utilizava um registro do Conselho Regional de Medicina de Goiás em nome de Flávio Ferreira, para exercer a profissão em Porto da Folha, no Sertão Sergipano. De posse das informações, o delegado representou por sua prisão, quando a mesma foi cumprida no momento em que o infrator se apresentava à autoridade policial na delegacia na manhã desta segunda-feira (21).

Em depoimento ao delegado Alexandre Felipe, o falso médico informou que havia se formado em Medicina em 2012, na Bolívia, mas que não teria passado no Revalida, exame para revalidação do diploma médico obtido no exterior.

Apesar de ter apresentado o diploma do curso concluído fora do país, a polícia constatou que o suspeito não possuía a autorização para atuar como médico no Brasil. Por conta disso, ele foi indiciado pelo crime de exercício ilegal da profissão, como também por falsidade ideológica, visto que o acusado utilizava o CRM de outro médico.

O acusado foi encaminhado à delegacia plantonista, onde encontra-se sob custódia, à disposição do Poder Judiciário.


Da redação: Gilson de Oliveira com informações da Ascom da SSP/SE
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Não recebe chamadas)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva