Ótica Perfil

3.º Batalhão do Agreste atinge a marca de 100 armas de fogo apreendidas em 2016

Dados estatísticos | 04.11.2016 às 15:32h

A Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do Comando do Policiamento Militar do Interior (CPMI) e do 3.º Batalhão de Polícia de Militar (3.º BPM), divulgou na manhã desta sexta-feira (04), os dados estatísticos referentes aos trabalhos desenvolvidos pela Unidade Operacional e suas respectivas companhias nos 14 municípios sob a responsabilidade territorial.

Os dados são referentes aos dez meses do ano em curso, enfatizando os números de apreensões de armas de fogo, munições, recuperações de veículos com restrições de roubo e furtos, dentre outros.

Segundo os dados, foram registrados 1.282 Relatórios de Ocorrências Policiais, sendo conduzidos 479 cidadãos para as Delegacias de Polícia Judiciária, pelos mais diversos tipos delitivos, dentre as quais, 12 prisões por recapturas e mandados de prisão e 31 prisões de infratores envolvendo tráfico de drogas.

No período avaliado, foram apreendidas 100 armas de fogo, 336 munições de diversos calibres e 28 armas impróprias, das quais na cidade de Itabaiana (SE), foram apreendidas 49 armas de fogo e 177 munições.

Quanto aos veículos, foram recuperados 279 com restrições de roubos e/ou furtos, entre carros, motocicletas, motonetas e ciclomotores, dos quais, 179 veículos, foram recuperados no município serrano do Agreste de Sergipe.

Durante as ações de policiamento ostensivo, as equipes realizaram a fiscalização de trânsito, salientando que foram removidos administrativamente 788 veículos automotores pelas mais diversas infrações de trânsito que culminaram com as respectivas autuações das infrações, salientando que em Itabaiana, ocorreu o recolhimento de 661 veículos.

3.º Batalhão de Polícia Militar Itabaiana Sergipe  3.º Batalhão de Polícia Militar Itabaiana Sergipe 

(Foto: Divulgação / 3.º BPM)


Da redação: Ascom do 3.º Batalhão do Agreste
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Não recebe chamadas)

*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva